Nós temos 390 visitantes online

Homem de Fé e Trabalhador

Tudo o que te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças" Eclesiastes 9.10
TwitterFacebookGoogleYoutube
Home » Administrador Geral
A+ R A-

O sonho de cursar uma faculdade pública já é realidade para 1200 estudantes das mais diversas idades; graças ao início das aulas nos polos da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), conquistados pelo deputado estadual Carlos Cezar, para as cidades de Sorocaba, Capivari, Carapicuíba, Francisco Morato e Cesário Lange, que oferecerão os cursos de Engenharia da Computação, Licenciatura em Matemática, Pedagogia e Tecnólogo em Gestão Pública.

Responsável pelo maior plano de expansão do ensino superior do país, a Univesp é a melhor alternativa para quem quer cursar uma universidade, mas não tem tempo ou dinheiro para pagar uma faculdade. O aluno estuda pela Internet, com material pedagógico elaborado por professores da USP, Unicamp e Unesp.

O dep. Carlos Cezar avalia o início das aulas como uma data histórica na educação de ensino superior em todo o estado. “São sonhadores que até hoje não tiveram acesso ao ensino superior, seja pela falta de recursos ou de tempo e que finalmente poderão iniciar a busca pelo diploma que tanto desejam”, afirma o dep. Carlos Cezar.

EAD em crescimento em todo país

Dados do Ministério da Educação (MEC) apontam que a educação à distância (EAD) é a modalidade de ensino que teve o maior aumento no Brasil nos últimos anos. Enquanto o presencial cresceu 2,3%, entre 2014 e 2015, o EAD teve uma expansão de 3,9%, no mesmo período, segundo o mais recente Censo da Educação Superior do MEC. Ainda segundo o MEC o EAD já é responsável por 19,7% dos estudantes que ingressam e 16,6% dos concluintes do ensino superior.

O Secretário de educação do estado de São Paulo José Renato Nalini esteve em Sorocaba, na manhã desta quinta-feira 15 para anunciar a reforma e manutenção de 5 escolas da cidade, totalizando pouco mais de R$ 600 mil em verbas que foram obtidas pelo deputado estadual Carlos Cezar (PSB) junto a FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação). O anúncio foi feito em evento oficial realizado na Escola Estadual Professora Ana Cecilia Martins.

O valor total do investimento nas cinco unidades é de R$ 614.013,12 para manutenção e reforma. O aporte foi garantido graças à solicitação do deputado Carlos Cezar junto a FDE, órgão do governo do estado responsável por viabilizar a execução das políticas educacionais definidas pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

Durante o evento o Secretário de educação do estado José Renato Nalini frisou a importância do investimento que será realizado. “Quando olhamos a situação de outros estados que estão cortando valores nesta área e comparamos com São Paulo que tem feito o possível para responder positivamente as demandas e necessidades das escolas que chegam a nossa secretaria, o sentimento que fica é de orgulho” disse José Renato Nalini.

O dep. Carlos Cezar aproveitou a sua fala para garantir que continua na busca por novos investimentos para a região. “É nosso compromisso buscar verbas que contribuem para melhorar não apenas a qualidade de ensino em nossa cidade, mas que também auxiliem na manutenção e reforma de nossas escolas, que todos os dias recebem milhares de alunos. E por isso vamos continuar atuando junto ao governo do estado para garantir outros recursos para a rede de ensino em Sorocaba e região”, afirmou o deputado Carlos Cezar.

Suely Camargo Santos, diretora da escola que recebeu o evento agradeceu ao esforço do parlamentar na obtenção da verba, não apenas para sua escola, mas também as outras 4 beneficiadas. “Ficamos gratos pelo apoio do deputado e pela ajuda que tem nos dado para melhorar ainda mais a estrutura de nossa escola, disse Suely”.

Quase 1 milhão de reais em verbas parlamentares destinadas pelo deputado estadual Carlos Cezar (PSB), líder do bloco parlamentar da Assembleia Legislativa do estado de São Paulo, foram liberadas pela Casa Civil do estado para atender a Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba, o Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (Gpaci), o Hospital Oftalmológico, o Centro de Orientação e Educação Social (COESO) e a Associação 04 de Julho.

Esta verba irá auxiliar no funcionamento dos hospitais e das organizações sociais, que já foram beneficiadas em outras oportunidades através da atuação do parlamentar junto ao governo do estado. Este é o caso do GPACI que pelo quinto ano seguido recebe verba através do deputado para a manutenção do hospital.

“A saúde sempre foi e sempre será uma prioridade em nosso mandato, lutamos com todas as nossas forças para que a população seja melhor atendida nesta área tão importante, bem como no serviço social realizado por entidades competentes da nossa cidade”, afirmou o deputado Carlos Cezar.

Acontece no próximo dia 21 de janeiro o vestibular da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). A convocação do processo seletivo e a definição dos locais de prova serão divulgadas na sexta-feira (12/01) no site www.vunesp.com.br/uvsp1703.

Responsável pela vinda do polo da Univesp para Sorocaba, o deputado estadual Carlos Cezar comemorou o alto número de interessados nos cursos.

“Sorocaba foi uma das cidades que mais teve inscrições para o vestibular da Univesp. Isso mostra como nossa população busca o desenvolvimento e só precisa de uma oportunidade”, explicou.

No polo sorocabano, foram quase 1600 inscrições para 200 vagas nos cursos de: Engenharia da Computação, Licenciatura em Matemática, Pedagogia e Tecnólogo em Gestão Pública.


Univesp

Responsável pelo maior plano de expansão do ensino superior do país, a Univesp é a melhor alternativa para quem quer cursar uma universidade, mas não tem tempo ou dinheiro para pagar uma faculdade.

A Universidade é uma fundação ligada a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, liderada pelo vice-governador Márcio França.

O aluno estuda pela Internet, com material pedagógico elaborado por professores da USP, Unicamp e Unesp.

Como os cursos são semipresenciais, os estudantes precisam comparecer a cada 15 dias nos polos, que são espaços físicos nos municípios. Eles oferecem a infraestrutura necessária (computadores, impressoras e acesso à Internet) para o estudante participar das atividades da universidade como provas, discussões em grupo e dos trabalhos orientados por tutores.