Nós temos 59 visitantes online

Homem de Fé e Trabalhador

Tudo o que te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças" Eclesiastes 9.10
TwitterFacebookGoogleYoutube
Home » Administrador Geral
A+ R A-

Na manhã desta segunda-feira (01/07), aconteceu uma reunião da comissão sobre a criação da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), ocorrida em um dos auditórios da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), mantenedora do jornal Cruzeiro do Sul. No encontro entre parlamentares da região e prefeitos, o deputado Carlos Cezar, líder do PSB na Assembleia Legislativa, manifestou a intenção de incluir mais cidades na RMS devido à proximidade dos municípios com Sorocaba.

Apesar de 22 municípios estarem incluídos na Região Metropolitana de Sorocaba, segundo pesquisa realizada pelo Núcleo de Planejamento Regional (Nuplan), antes de o projeto ser encaminhado ao governador Geraldo Alckmin, ele passará por uma definição do contorno, ou seja, será possível a outras cidades que se identifiquem com Sorocaba integrar essa região metropolitana.

Sarapuí e São Miguel Arcanjo, que fazem divisa com Itapetininga, são um exemplo de municípios que poderão integrar a Região Metropolitana de Sorocaba.

Para que esses e outros municípios tenham a oportunidade de participar da discussão, ficou definido um seminário para o próximo dia 9 de agosto, das 9h às 13h, no auditório externo da FUA, situado no Alto da Boa Vista. Denominado com o tema Desenvolvimento Regional: Conceitos, Desafios e Impactos no Contexto da Macrometrópole, o evento tem como objetivo discutir e dirimir dúvidas a respeito da região metropolitana.

Segundo o presidente da diretoria executiva da FUA, Laelso Rodrigues, será a oportunidade para que todos os prefeitos das 22 cidades e de outras interessadas possam discutir ideias e definir a pauta que moldará o projeto a ser encaminhado ao governo estadual e posterior apreciação da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Com fé e amor, o deputado Pr. Carlos Cezar participou, neste sábado (29/06) de mais uma das 21 edições da Marcha para Jesus. Com um público estimado em 2 milhões de pessoas, a Marcha começou na Praça da Luz até a Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, na Zona Norte de São Paulo.

A primeira estimativa de público foi dada pelo presidente da Marcha, Apóstolo Estevam Hernandes, líder da Igreja Renascer em Cristo. Para ele, as manifestações populares que aconteceram no país nas últimas semanas podem ajudar a explicar o número. “Acredito que muitas pessoas foram motivadas pelas manifestações a estar marchando também”, disse.

Os participantes levaram faixas para o evento deste sábado. Em uma delas, era possível ler "Cura Gay, uma mentira dos ativistas gays", em referência ao projeto que tramita na Câmara e foi aprovado em 18 de junho na Comissão de Direitos Humanos. O projeto de lei determina o fim da proibição, pelo Conselho Federal de Psicologia, de tratamentos que se propõem a reverter a homossexualidade.

O tema da Marcha para Jesus deste ano foi o "Novo Tempo". Entre as bandas e grupos de música gospel que vão se apresentar ao longo deste sábado estão Renascer Praise, Diante do Trono, Aline Barros, Ao Cubo, Inesquecível, Asaph Hernandes, Davi Sacer, Regis Danese, Mariana Valadão, André Valadão, Cassiane, Thalles Roberto, Marcelo Aguiar e Fernandinho.

A Polícia Militar não foi procurada para nenhum registro de furto durante todo o evento.

Por favor, clique nas imagens acima para ampliá-las.

Fonte: Portal G1

A Câmara Municipal de Sorocaba homenageou os deputados Pr. Carlos Cezar (estadual) e o Pr. Jefferson Campos (federal) pela nomeação aos cargos de secretário de comunicação nacional e primeiro vice-presidente nacional da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ), respectivamente.

A proposição, aprovada por unanimidade, foi feita pelo vereador Pr. Apolo da Silva, superintendente regional da (IEQ). O evento, ocorrido na sessão da Câmara, teve o plenário lotado com lideranças políticas e religiosas de Sorocaba e região.
Por favor, clique nas imagens acima para ampliá-las.